A Arte como ferramenta para inovação

Hoje sabe-se muito bem que um programador não produzirá 25% a mais se trabalhar 10 ao invés de 8 horas diárias. A vinda de métodos ágeis trouxe muitas mudanças e quebra de preconceitos trazidos da revolução industrial. Ainda assim, existem muitos paradigmas a serem quebrado. Na era industrial, a fórmula de um produto era guardada a sete chaves. Essa fórmula secreta garantia que o produto não seria copiado. Naquela época, a exclusividade na comercialização de produtos foi muito lucrativa para as indústrias.

A partir do surgimento da Internet, a informação tornou-se muito acessível a todos. As fórmulas secretas deixaram de ser secretas. Com uma simples busca no Google é possível encontrar desde, por exemplo, maneiras de construir uma bomba caseira até técnicas de alta costura ou como fazer chocolates trufados. Nos início dos anos 90, tínhamos um colega de colégio que vendia trufas deliciosas nos intervalos das aulas. Naquela época, ninguém da escola podia imaginar como eram feitas aquelas trufas maravilhosas. Todos compravam, mesmo a um preço muito acima do preço de um doce comum.

Para sobreviver num ambiente globalizado como o do mundo atual, onde produtos podem ser copiados facilmente, as empresas precisam diferenciar-se. Hoje, a diferenciação pode ser encontrada em dois quesitos: qualidade e inovação. Na área de software, os métodos ágeis contribuíram fortemente para criar diferenciação no quesito qualidade. Qual seria a ferramenta que a indústria de software necessita para desenvolver inovação? Essa ferramenta se chama Arte.

Para inovar é preciso criatividade. Todo ser humano possui um lado criativo. E o potencial criativo do homem pode ser explorado, desenvolvido, melhorado. Para desenvolver criatividade dentro das empresas, é preciso que existam atividades artísticas no dia-a-dia dos funcionários, os “criadores”. Usaremos Padrões para Introduir Novas Idéias para desenvolver um ambiente artístico na área de tecnologia de uma empresa de software.

Uma outra abordagem é a de que podemos usar a arte para introduzir uma nova idéia. Usar a arte para introduzir uma idéia pode ser considerado um padrão! Quando as pessoas assistem uma peça de teatro, um filme, ou observam uma pintura, elas estão naturalmente num estado de abertura emocional. As pessoas ficam receptivas quando se deparam com arte. A arte age como um motor de mudança, e mudança induz a inovação.

Uma área de tecnologia puramente baseada em computadores não é capaz de criar. O computador não cria! Quem cria é o ser humano. Algumas dicas de como substituir o pensamento computacional pelo artístcos pode ser encontrados neste artigo do Prof. Valdemar Setzer

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *