Dissertação de Mestrado


Há algum tempo venho enrolando para publicar a minha dissertação de mestrado. O motivo dessa enrolação é bem simples: eu não terminei de revisar a dissertação. Foram vários e vários comentários que a banca fez no dia da defesa e que eu tinha que alterar no texto.

Bom, eu fiz a primeira revisão e mandei para o meu orientador, mas ele me mandou de volta com mais trocentas mil coisas para mudar. Enfim… é um processo infinito! E o pior é que eu entrei em outra rotina, que fez com que eu tirasse totalmente o foco do mestrado. Como a banca no final aprovou a tese, eu tenho apenas um compromisso moral de revisá-la, o que torna a coisa muito mais difícil de ser terminada. Ou seja, não sei quando vou terminar, se é que eu vou terminar um dia.
Enquanto isso, vou assumir que a versão que eu tenho já está boa o suficiente para publicar num blog. Tudo bem: segundo os acadêmicos, não está boa o suficiente para ser publicada num jornal científico ou na biblioteca digital da USP. Mas isso é assunto para outra sindicância…
Algumas pessoas já leram versões preliminares e parciais dessa dissertação. Algumas partes do texto já foram publicadas, parcialmente em posts desse blog. A tese é, no final das contas, um relato da minha experiência dos últimos 3 anos trabalhando na Locaweb e dos últimos 15 anos como desenvolvedor de software e aluno de Ciência da Computação no IME.
Quem tiver paciência de ler as 145 páginas.
. O texto está bem dividido em duas partes quase distintas:
  • A primeira fala sobre Padrões para Introduzir Novas Ideias, como foi a utilização deles na implantação de métodos ágeis na Locaweb.
  • A segunda fala sobre as relações entre Arte e o Desenvolvimento de Software e faz o link com a primeira parte com o padrão ‘Faça Arte’
Como eu disse, ainda faltam fazer as últimas alterações sugeridas pelo meu orientador. Continuo aceitando sugestões e críticas de todos. Se ninguém me escrever nada, poderá ser por 2 motivos:
  1. Ninguém leu o texto
  2. O texto está perfeito
Como sou um homem livre e de bons costumes, caso ninguém mesmo comente, vou assumir o segundo como verdade… 🙂

3 Comments Dissertação de Mestrado

  1. Glauber

    Infezliemente não vou conseguir ler o texto da sua dissertação porque estou tentando terminar a minha, mas quando vi o vídeo da sua defesa, quase desisti de defender a minha. Foi muito bom!

  2. Pingback: PLoP – A conferência de padrões - AgileAndArt

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *