Valsa do Empreendedor


Eu vou montar um negocio, já pensei na ideia e sou programador
Tenho uma amiga designer, registrei um domínio, contratei servidor
É um momento novo na minha vida de trabalhador
Chega de ser empregado
Meu destino agora é ser empreendedor

Empreendedor, empreendedor,
O meu destino agora é ser empreendedor

Ter uma empresa é bacana,
Não tem chefe, não tem grana,
Basta um computador
Uma garagem já serve
Uns amigos, umas brejas e programar com ardor

Vou inovar, inventar, sei que vou encontrar um bom investidor
Chega de ser empregado
O que eu quero agora é ser empreendedor
Empreendedor, empreendedor,
O que eu quero agora é ser empreendedor

Minha startup deu certo,
Fiquei rico, sou esperto,
Já virei um mentor
Falo as besteiras pro povo
E eles ouvem, acreditam
Que eu sou seu salvador

Mas eu sou só um ser humano salvando a si mesmo entendendo a dor
Sei que empreender é uma arte
Tentando faz parte
A sorte o amor

Empreendedor, empreendedor,
O que eu quero agora é ser empreendedor
Empreendedor, empreendedor,
O meu destino agora é ser empreendedor
Empreendedor, empreendedor,
O que eu quero agora é ser empreendedor
Dor, dor, dor, dor, dor, dor, dor
O que eu quero agora é ser empreendedor

Funk Cavala (Go horse)

Esse funk explica a metodologia extreme go horse, uma maneira incrível de desenvolver software:

Meto meto meto meto
Meto metodologia
Enfio um if igual cavalo
No programa faço orgia

Vai cavala, Vai cavala,
Enfia um if e manda bala

Sou programador responsa
Fazer teste é pra coxinha
Só otário refatora
Meto um if e amacio

Qualidade é o meu ovo
Vou fazer bem rapidinho
Compilou já tá valendo
Faz commit e sai sorrindo

Domain Driven Design em Teatro

Apresentamos hoje na Agile Brasil a peça de teatro sobre “Domain Driven Design”, com algumas melhorias desde a última versão. Quem quiser, pode conferir o roteiro aqui. Mais uma vez, fizemos uma música bacana, um Xote! Segue a letra da música e abaixo o roteiro, que está no git:

Xote do DDD

Sou consultor, estrategista sou doutor
Te pergunto seu cliente:
quem é teu fornecedor?
Se não existe tua sina é conformista
Dessa equipe a minha vista
Tu depende sim sinhô

Dê Dê Dê
Não resolve os problemas,
Mas ajuda a entender

Dê Dê Dê
Só clareia as perguntas
que você vai responder
Continue reading

Pedaços da Terra – De onde vêm nossos Gadgets?

Acabei de voltar de uma exposição lindíssima que está acontecendo no SESC Vila Mariana em São Paulo. O nome é “Pedaços da Terra“. Vale muito a pena dar uma conferida! Parece que ela foi feita especialmente (mas não somente) para um público como nós, Geeks, que temos tecnologia correndo nas veias. Vocês vão se surpreender com o que verão lá.
Continue reading

Quer fazer robô? É só usar Ruby!

Nessa vida de programador maluco
Me aparece cada situação
De repente um cliente, uma proposta bruta
Pra pegar de um site informação

Você tá louco, esse tipo de crime eu não faço
Se quiser tenho uns amigos lá do sul
Faz pra mim que eu te pago com essa jóia cool

Te dou um ruby
Pra você roubar
Com o seu robô

Quer fazer robô?
É só usar ruby
É só usar ruby
Pra fazer robô

Palestra: Investigações em Arte Digital e Processamento de Imagens

Palestrante: Prof.Dr. Giorgio Moscati

Horário: 16 horas

Resumo: Uma contribuição inovadora da USP nas suas origens, em 1969, em colaboração com o renomado Artista Concretista Waldemar Cordeiro participei de uma rica experiência em Arte Digital, que foi logo reconhecida por especialistas internacionais como inovadora, e continua sendo amplamente citada até hoje. Pretendo relatar nossa colaboração, sua receptividade pelos artistas e a relação que tem com diversas áreas da Ciência, Arte e Tecnologia. O trabalho foi inovador no campo das tecnologias de comunicação visual, pois é considerado um dos primeiros trabalhos que envolveu processamento de imagem num novo nível, que hoje é a base da comunicação visual na televisão, e nas imagens apresentadas para o lazer e marketing. Foi também precursor no campo da análise de informações obtidas na forma de imagens e para sua interpretação. Outro aspecto importante, frequentemente lembrado é o da potencialidade da colaboração entre  especialistas em áreas diversas, capazes de se comunicar e interagir, em abordagens inovadoras em campos anteriormente inexplorados.
Continue reading