Software Developers Retreat (dia 4)

O quarto dia do nosso retiro de desenvolvedores acabou!

Mesão de trabalho

Mesão de trabalho

Recebemos a visita do nosso CEO. Ele veio junto com um programador do time que não pôde participar do retiro por causa de compromissos pessoais. Esse programador era um especialista em churrasco, pois nasceu no sul do Brasil e morou muitos anos “no meio do mato”. Logo que chegou, ele se prontificou a tomar conta do nosso almoço. Foi até a cidade, no mercado central, e explicou pro açougueiro a maneira certa de cortar a carne :-) Depois voltou para a casa e comandou a churrasqueira, enquanto o resto do pessoal trabalhava. Continue reading

Software Developers Retreat (dia 3)

O terceiro dia do nosso retiro de desenvolvedores acabou!

Standup Meeting

Standup Meeting

O sol estava brilhando e bateu forte na nossa janela. Como o pessoal tinha ido dormir um pouco mais tarde, também acabamos acordando um pouco mais tarde. Como de costume, fizemos nosso standup meeting as 11h. A moça que contratamos para limpar a casa e cozinhar não veio nesse dia. Acabamos tendo que dar um jeito com as tarefas da casa. Continue reading

Software Developers Retreat (dia 2)

O segundo dia do nosso retiro de desenvolvedores acabou!

Trabalhando Juntos

Trabalhando Juntos

Acordamos lá pelas 8 e meia, 9 horas. Também teve gente que acordou mais cedo para fazer um cooper. Como de costume, fizemos nosso Standup Meeting as 11h da manhã. Recebemos a visita do nosso diretor de produtos. Ele veio de São Paulo para cá, passar o dia com a gente. Foi muito importante sua vinda, pois pudemos conversar em mais detalhes sobre algumas histórias que estávamos implementando.
Continue reading

Software Developers Retreat (dia 0)

Já faz alguns meses que eu estou planejando esse evento, que finalmente tomou forma e terá início a partir de amanhã, dia 26/nov/2012.

A ideia não é nova, embora eu tenha visto poucas organizações, empresas ou pessoas executando ela de fato. Tudo surgiu de uma conversa com meu grande amigo Alexandre Freire, que já tinha vivido a experiência de levar programadores para a sua casa no bonete na Ilhabela em São Paulo. A aventura dele está documentada no blog do estúdio livre.
Continue reading

PLoP – A conferência de padrões

PLoP Portland História

Em agosto de 1993, Kent Beck e Grady Booch patrocinaram um retiro na montanha, onde um grupo de pessoas chegou a um consenso sobre os fundamentos em padrões de software. Ward Cunningham, Ralph Johnson, Ken Auer, Hal Hildebrand, Grady Booch, Kent Beck e Jim Coplien se basearam fortemente nas ideias de Alexander e suas próprias experiências, formando um casamento entre objetos e padrões. O grupo concordou que estávamos prontos para construir, sobre as fundações do trabalho de Erich Gamma sobre padrões orientados a objetos, e usar esses padrões da mesma forma que Christopher Alexander usa seus padrões para planejamento urbano e construções arquitetônicas. O encontro do grupo se deu ao lado (side) de um monte (hill), daí o nome Hillside.

Continue reading

SPLASH (antiga OOPSLA)

OOPSLA

Em 1985, um grupo de 4 pioneiros em programação orientada a objetos decidiu organizar nos EUA uma conferência sobre programação de sistemas orientados a objetos. No grupo estavam Adele Goldberg, Tom Love, David Smith, and Allen Wirfs-Brock, e a conferência foi chamada de OOPSLA (Object-Oriented Programming, Systems, Languages, and Applications). A primeira OOPSLA aconteceu no Hotel Marriott, em Portland, Oregon, em novembro de 1986. Cerca de 600 pessoas participaram, 50 artigos foram apresentados e os participantes ouviram sobre Smalltalk, Lisp, Flavors, CommonLoops, Emerald, Trellis/Owl, Mach, Prolog, ABCL/1, prototypes, e programação concorrente e distribuída de pessoas como Danny Bobrow, Gregor Kiczales, Rick Rashid, Andrew Black, Dave Ungar, Henry Lieberman, Ralph Johnson, Dan Ingalls, Ward Cunningham, Kent Beck, Ivar Jacobson e Bertrand Meyer.

Continue reading