SPLASH (antiga OOPSLA)

OOPSLA

Em 1985, um grupo de 4 pioneiros em programação orientada a objetos decidiu organizar nos EUA uma conferência sobre programação de sistemas orientados a objetos. No grupo estavam Adele Goldberg, Tom Love, David Smith, and Allen Wirfs-Brock, e a conferência foi chamada de OOPSLA (Object-Oriented Programming, Systems, Languages, and Applications). A primeira OOPSLA aconteceu no Hotel Marriott, em Portland, Oregon, em novembro de 1986. Cerca de 600 pessoas participaram, 50 artigos foram apresentados e os participantes ouviram sobre Smalltalk, Lisp, Flavors, CommonLoops, Emerald, Trellis/Owl, Mach, Prolog, ABCL/1, prototypes, e programação concorrente e distribuída de pessoas como Danny Bobrow, Gregor Kiczales, Rick Rashid, Andrew Black, Dave Ungar, Henry Lieberman, Ralph Johnson, Dan Ingalls, Ward Cunningham, Kent Beck, Ivar Jacobson e Bertrand Meyer.

Continue reading

Mestrado e doutorado no IME-USP

Venha fazer doutorado e mestrado no IME-USP!!! Veja as informações abaixo:

As inscrições para o mestrado em  Ciência da Computação no IME/USP (campus de São Paulo, capital) vão até 31 de outubro de 2011 (data de postagem dos documentos). As inscrições para o doutorado são aceitas em fluxo contínuo.

PÓS-GRADUAÇÃO no IME-USP
DOUTORADO E MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

Informações gerais sobre o programa de pós-graduação:
Continue reading

Orkut x Facebook – a virada

Há quase 1 ano, eu publiquei aqui um artigo prevendo como seria a evolução do Facebook e do Orkut no Brasil. O artigo mostrava que em quase todos os países do mundo o Facebook desbancou o Orkut e o Brasil era um dos poucos lugares onde o Orkut ainda dominava. Eu fiz a seguinte previsão no final do artigo:

"Vou dar um chute para a virada acontecer: setembro de 2011."

Pois bem, acabamos de passar setembro e chegou a hora da verdade. Vejam o gráfico:


Continue reading

Pedaços da Terra – De onde vêm nossos Gadgets?

Acabei de voltar de uma exposição lindíssima que está acontecendo no SESC Vila Mariana em São Paulo. O nome é “Pedaços da Terra“. Vale muito a pena dar uma conferida! Parece que ela foi feita especialmente (mas não somente) para um público como nós, Geeks, que temos tecnologia correndo nas veias. Vocês vão se surpreender com o que verão lá.
Continue reading

MiniPLoP Brasil 2011

MiniPLoP

MiniPLoP 2011

Software developers have long observed that certain patterns recur and endure across different applications and systems. The growing interest in Design Patterns, Architectural Patterns, Analysis Patterns, Pedagogical Patterns, and so on, represents an effort to catalog and better communicate knowledge, providing handbooks of proven solutions to common problems.

MiniPLoP brings together researchers, educators, and practitioners whose interests span a remarkably broad range of topics and who share an interest in exploring the power of the pattern form. MiniPLoP invites you to add your expertise to the growing corpus of patterns. MiniPLoP focuses on improving the expression of patterns. You will have the opportunity to refine and extend your patterns with the help from knowledgeable and sympathetic fellow pattern enthusiasts. You will also be able to discuss applications of patterns in industry and academia.
Continue reading

O que é doutorado (PhD)?

Doutores Discutindo

Há seis meses, decidi me embrenhar no mundo acadêmico e iniciar um longo período (de no mínimo 3 anos) de doutorado. Desde então, várias pessoas me perguntam “Como está indo?”, “Está gostando?” e, principalmente, “O que é doutorado? (também conhecido como PhD)”. Eu ainda não tenho uma resposta clara para essas perguntas, mas tenho certeza que quando estiver mais maduro, farei um post sério sobre isso aqui no meu blog. Por hora, vou deixar um texto que eu recebi em uma das aulas, que me parece ser [no momento] a definição mais apropriada para doutorado. É uma brincadeira, mas que tem um certo fundo de verdade…
Continue reading

Quer fazer robô? É só usar Ruby!

Nessa vida de programador maluco
Me aparece cada situação
De repente um cliente, uma proposta bruta
Pra pegar de um site informação

Você tá louco, esse tipo de crime eu não faço
Se quiser tenho uns amigos lá do sul
Faz pra mim que eu te pago com essa jóia cool

Te dou um ruby
Pra você roubar
Com o seu robô

Quer fazer robô?
É só usar ruby
É só usar ruby
Pra fazer robô

Small EC2 cloud usage demo for choreographies

The CHOReOS middleware must be capable of providing the required runtime support to deploy, enact, monitor, and dynamically reconfigure large-scale choreographies. These choreographies might be large scale in one or more of the following dimensions: number of requests, users, roles, services, nodes, and communication among services. For instance, the middleware should be scalable enough to accommodate choreography with 1 thousand simultaneous users or with 100 different roles, or with 100 services for a given role, or with thousands of messages exchanged per second.

Continue reading