PLoP – A conferência de padrões

PLoP Portland História

Em agosto de 1993, Kent Beck e Grady Booch patrocinaram um retiro na montanha, onde um grupo de pessoas chegou a um consenso sobre os fundamentos em padrões de software. Ward Cunningham, Ralph Johnson, Ken Auer, Hal Hildebrand, Grady Booch, Kent Beck e Jim Coplien se basearam fortemente nas ideias de Alexander e suas próprias experiências, formando um casamento entre objetos e padrões. O grupo concordou que estávamos prontos para construir, sobre as fundações do trabalho de Erich Gamma sobre padrões orientados a objetos, e usar esses padrões da mesma forma que Christopher Alexander usa seus padrões para planejamento urbano e construções arquitetônicas. O encontro do grupo se deu ao lado (side) de um monte (hill), daí o nome Hillside.

Continue reading

SPLASH (antiga OOPSLA)

OOPSLA

Em 1985, um grupo de 4 pioneiros em programação orientada a objetos decidiu organizar nos EUA uma conferência sobre programação de sistemas orientados a objetos. No grupo estavam Adele Goldberg, Tom Love, David Smith, and Allen Wirfs-Brock, e a conferência foi chamada de OOPSLA (Object-Oriented Programming, Systems, Languages, and Applications). A primeira OOPSLA aconteceu no Hotel Marriott, em Portland, Oregon, em novembro de 1986. Cerca de 600 pessoas participaram, 50 artigos foram apresentados e os participantes ouviram sobre Smalltalk, Lisp, Flavors, CommonLoops, Emerald, Trellis/Owl, Mach, Prolog, ABCL/1, prototypes, e programação concorrente e distribuída de pessoas como Danny Bobrow, Gregor Kiczales, Rick Rashid, Andrew Black, Dave Ungar, Henry Lieberman, Ralph Johnson, Dan Ingalls, Ward Cunningham, Kent Beck, Ivar Jacobson e Bertrand Meyer.

Continue reading