O que é doutorado (PhD)?

Doutores Discutindo

Há seis meses, decidi me embrenhar no mundo acadêmico e iniciar um longo período (de no mínimo 3 anos) de doutorado. Desde então, várias pessoas me perguntam “Como está indo?”, “Está gostando?” e, principalmente, “O que é doutorado? (também conhecido como PhD)”. Eu ainda não tenho uma resposta clara para essas perguntas, mas tenho certeza que quando estiver mais maduro, farei um post sério sobre isso aqui no meu blog. Por hora, vou deixar um texto que eu recebi em uma das aulas, que me parece ser [no momento] a definição mais apropriada para doutorado. É uma brincadeira, mas que tem um certo fundo de verdade…
Continue reading

15 Perguntas e Respostas sobre Ciência da Computação


Nas últimas semanas troquei algumas conversas com amigos que, coincidentemente, tiveram o mesmo tema. Paralelamente a isso, fui indicado por uns professores do IME a responder um questionário que ajudará alunos ingressantes na Universidade a escolherem o curso que possivelmente definirá todo o resto de uma vida. Esse questionário será respondido por algumas pessoas e existe um grupo que está encarregado de colher as informações e colocar no site do IME-USP. Decidi tornar a resposta do meu questionário pública, para aqueles que querem saber um pouco mais sobre o que é Ciência da Computação, tanto no nível acadêmico quanto profissional. Me coloco a disposição para responder perguntas e ouvir sugestões.

1 – O que o motivou a fazer Ciência da Computação?

Eu sempre tive interesse por Computação. Comecei cedo na área, quando ganhei meu primeiro 386 em 1992, isso sem contar o TK3000 que eu ganhei quando era criança e o MSX de um amigo, com o qual eu passava horas digitando códigos em BASIC que na época se comprava em banca de jornal. Na minha primeira tentativa de entrar na faculdade, eu prestei Engenharia Mecatrônica. Eu acho que naquela eu era muito influenciado pelo que meus pais falavam e eles comentavam muito sobre essa tal de Mecatrônica. Eu prestei sem nem saber direito o que era e tive a grande sorte de não ter entrado 🙂
No ano seguinte, fiz cursinho e estudei melhor quais eram as faculdades que existiam e o que elas ofereciam. Achei que Ciência da Computação se encaixava exatamente no que eu gostava de fazer: software.

2 – O que o levou na época a escolher o BCC da USP?

Estava dentro dos meus objetivos fazer uma faculdade pública e gratuita. Não queria mais que meus pais tivessem gastos com meus estudos e me sentia capaz de entrar numa Universidade pública boa. Prestei UNESP, UNICAMP e USP, além do Mackenzie. A única que eu não entrei, por muito pouco, foi a UNICAMP. Mas mesmo se tivesse entrado, acho que escolheria a USP, não por eu considerar a melhor (acho que UNICAMP e USP são equivalentes), mas pelo fato de eu já morar em São Paulo.

3 – Como você avaliaria sua formação no BCC?

Continue reading